Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta My Fitness Pal. Classificar por data Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens classificadas por relevância para a consulta My Fitness Pal. Classificar por data Mostrar todas as postagens

16 agosto 2014

Emagrecer Sem Passar Fome com o My Fitness Pal

Nenhum comentário : | |

Eu tive o prazer de conhecer o aplicativo My Fitness Pal há cerca de uma semana. Fui apresentada a ele , e no início achei um pouco complicado – tanto para usar, quanto para ter alguma eficácia.

Mas, depois de emagrecer um quilo em uma semana me alimentando bem e sem passar fome (praticamente uma benção, trés bien!), achei muito válido compartilhar com vocês!

Eu fiz um vídeo para ensinar direitinho como usar o aplicativo, acesse logo abaixo do texto, curta e compartilhe! 
E antes de qualquer coisa, sempre consulte um médico antes de iniciar qualquer mudança de dieta ou exercícios!
 
 Sem segredos? Trata-se, basicamente, de um diário alimentar. Mas o aplicativo facilita demais a vida. Em vez de anotar em um caderno o que você comeu para ter maior consciência alimentar e para contar calorias, você encontra rapidamente o alimento consumido no registro do aplicativo, e ali já estão as calorias contadinhas, de acordo com a porção que você consumiu. Super prático.

E mais: antes de iniciar seu diário, você coloca seu peso e altura, e nível de atividade física de acordo com suas atividades do dia a dia. As atividades mesmo, e não os exercícios físicos. Isso você tem chance de inserir no diário alimentar a cada dia, com detalhes, junto à contagem de alimentos – isso aumenta sua permissão calórica por dia. Mas, voltando ao registro! Você coloca seu peso, altura, nível de atividade, e então o principal – seu objetivo. Aí entra o objetivo de emagrecer (todo mundo quer perder pelo menos um quilinho de gordura, né).

Então, o aplicativo pede para que você escolha quantos gramas deseja perder por semana, e recomenda que sejam 500g, para um emagrecimento saudável. Tendo o objetivo e a quantidade de peso a perder por semana escolhidos, você então parte para iniciar seu diário alimentar, e o pulo do gato neste caso é que, considerando seu nível de atividade e seu objetivo, o aplicativo já estipula uma meta calórica diária. Você deve atendê-la para então chegar ao final de uma semana com sucesso para o emagrecimento programado!
Nos três primeiros dias de uso é mais difícil de usar, porque dá uma certa preguiça de inserir cada alimento. Depois, você se acostuma, e estranha não ter inserido nada no diário. Mas é importante dizer: após inserir uma refeição completa, o aplicativo memoriza todos os alimentos, e no dia seguinte, você pode inserir a mesma refeição em apenas um clique, se tiver consumido os mesmos alimentos.

Você tem ainda direito de adicionar novos alimentos, caso o que você consumiu não esteja registrado na memória do aplicativo. E você pode, a qualquer momento, inserir ou editar alimentos no seu diário.

Ao final de um dia, com refeições e exercícios (vamo aê pessoal, bora malhar esse corpo) adicionados, você então completa oficialmente seu registro, e o aplicativo lhe dá um relatório nutricional básico (existe a opção avançada com inúmeros nutrientes, se você quiser ver) dividido entre carboidratos, proteínas e gorduras, e compara seu relatório à quantidade de nutrientes ideal para ser consumida ao dia.

Quer mais? Tem mais! Fechando o registro do dia, o aplicativo lhe dá uma previsão de como estará seu peso em 5 semanas, se você continuar comendo como comeu naquele dia, e ainda lhe passa uma bronca de acordo com a situação, esteja você comendo abaixo do necessário, ou comendo muito.

Com o passar dos dias, o aplicativo mostra ainda seu consumo calórico dentro da meta semanal, e lhe dá a chance de registrar seu peso para que você possa acompanhá-lo também em um gráfico.

Eu realmente emagreci um quilo desde que comecei a usar esse aplicativo, e não é milagre. Eu digo o motivo. Fazer um diário alimentar com a facilidade de inserir informações, e de controlar calorias acompanhando a parte nutricional e a perda de peso é fantástico para realmente enxergar o quanto se come ao dia, e quão distante se está de uma meta.

Eu amo comer, e procuro me alimentar de forma saudável. Mas, com a correria do dia e também com o estresse, fica complicado acompanhar de verdade tudo o que se come. E no meu caso, caio naquela situação de tentar emagrecer comendo pouco e malhando, e ainda assim não conseguir. O meu problema eram lanchinhos ou biscoitos salgados, que, junto às refeições do dia, acabavam minando a contagem calórica diária e me fazendo estagnar na perda de gordura.

Se a gente comer um tantinho que seja acima do que podemos por dia, o corpo não elimina a gordura, não tem jeito! O saldo de calorias tem de ser menor do que o gasto calórico. E neste caso o My Fitness Pal é realmente um aliado. Você se habitua a ver o que come durante o dia, e passa a entender melhor o que vai bem ou não, ou como você pode balancear suas refeições durante o dia. E bate meio que uma vergonha misturada à preguiça quando você pensa em consumir algum alimento muito calórico. Você pensa: “ah, não vou comer esse chocolate... vai acabar com a contagem de calorias de hoje, e meu gráfico alimentar vai ficar feio, tenho vergonha disso!”. É o que acontece comigo! Porque estragar um diário tão bonitinho com um exagero de calorias? Dá pena mesmo, e aí você acaba preferindo comer certo, e isso dá resultado!!

Ficou a fim de usar logo?! Dá uma olhada nesse vídeo que fiz com um tutorial básico para você começar a usar o My Fitness Pal!
 
O aplicativo é gratuito, e está disponível para IOS, Android, Blackberry e Windows (sim, você pode acessar pelo computador se quiser, ou na palma da mão, pelo seu smartphone).

E aí, o que achou? Curtiu, vai usar? Já usou? Conta aí! 

26 janeiro 2015

6 Fatos Que Aprendi com Minhas Dietas Para Emagrecer

Um comentário : | |


 6 Fatos Que Aprendi Fazendo Dieta

Minha primeira dieta para emagrecer foi aos 7 anos. Eu era uma criança gordinha para minha idade e altura, porque era comilona, mas também porque era inchada do uso de corticoides para cortar minhas alergias respiratórias.

Depois desta primeira dieta, sempre controlei minha alimentação. Mas, por um motivo ou outro, acabei engordando em fases da vida, e tendo que fazer regime para emagrecer de novo. Desde então, já fiz muitos regimes para emagrecer, e tive aprendizados importantes. Ainda sigo na luta pelo equilíbrio alimentar e de peso (isso é uma constante, porque meu metabolismo é preguiçoso, coitado), mas busco levar estes aprendizados (alguns óbvios, outros nem tanto) comigo sempre. Compartilho com vocês:

#1: Alimentação equilibrada e saudável influencia mais na perda de peso do que a prática de exercícios físicos. Sim, de nada adianta gastar 800 calorias nas aulas de zumba e spinning, se ao voltar pra casa, em uma sentada, você come um hambúrguer tomando refrigerante, e depois come um brigadeiro. Ou algo mais leve – se você durante o dia se permite comer "besteirinhas" como bolachinhas recheadas, amendoim, uma bolinha de sorvete, etc. Você não vai emagrecer.
6 Fatos Que Aprendi Fazendo Dieta

#2: Mesmo sendo a alimentação correta o principal fator para o emagrecimento, praticar exercícios físicos é fundamental. Qual a novidade aqui? A questão da regularidade e afinco ao realizar a atividade física. Frequência nas atividades, e empenho, fazem toda a diferença; de nada adianta ir para a aula de spinning e amolecer diante dos desafios. Dentro do seu limite, você tem que encarar o que vier, e suar, suar mesmo!
#3: Um diário alimentar faz toda a diferença. Já escrevi um diário, mas hoje gosto muito do My Fitness Pal (fiz um vídeo tutorial sobre esse aplicativo, acesse aqui). Esse aplicativo lhe ajuda a anotar toda a sua alimentação, e você pode estabelecer uma meta calórica. Baseando-se nela, o aplicativo traça gráficos e projeções para seu emagrecimento. Ter um diário faz toda a diferença, porque você realmente vê o que consumiu no dia. Muitas vezes nos sabotamos com lanchinhos que consideramos inofensivos, mas que fazem a balança estagnar (bolachinhas doces, salgadinhos, refrigerantes, sobremesas).
6 Fatos Que Aprendi Fazendo Dieta

#4: Perder peso não significa perder gordura. Todos queremos perder gordura quando desejamos emagrecer, certo? Pois bem. Se você decide fazer um regime alimentar radical e reduz a sua alimentação a alface e água (eu já fiz isso, há muito tempo), você vai perder músculos, e não gordura. O corpo armazena gordura quando se vê diante de uma privação alimentar, para manter você vivo, e aí consome os músculos. Resultado: você fica fraco, flácido, não perde a gordura, e passa a gastar menos calorias (porque são os músculos que gastam nossas calorias), reduzindo seu metabolismo, e tendo ainda maior dificuldade de emagrecer depois. Tudo errado! Então, se ligue no próximo item!
#5: Para perder gordura e manter o metabolismo ativo, se alimente de 3 em 3 horas. Café da manhã, almoço e jantar permanecem, e entre estas refeições, faça lanchinhos leves e saudáveis – 1 fruta, ou 1 iogurte, ou 1 fatia de queijo branco, ou 2 torradas, enfim. É importante mostrar para seu corpo que você está fornecendo menos calorias, mas que não está privando o organismo. Assim, o organismo entende o recado, e passa a queimar gordura.
6 Fatos Que Aprendi Fazendo Dieta

#6: A perda de peso é rápida, mas a manutenção do peso é para a vida inteira. Está aí uma verdade. Perdeu a gordura que desejava? Pois trate de honrar a conquista, e não voltar para a alimentação incorreta que tinha antes de emagrecer. Para todo esforço, uma recompensa. E, para toda conquista, sua manutenção.

Estes são meus principais aprendizados – mas não sou especialista em nutrição, nem médica! Por isso, procure sempre seu nutricionista e seu médico, cuide de sua alimentação, e pratique exercícios físicos dentro do seu limite, para se manter saudável!

O importante é se amar, e se cuidar! Até mais! ; )
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...